MATERIAIS_VERDES

Materiais Verdes

Os materiais constituem um amplo celeiro de oportunidades para o desenvolvimento de veículos de menor impacto ambiental, sobretudo na área de materiais verdes. O Uno Ecology é um exemplo de um carro conceito que trouxe ao mercado várias inovações no campo dos materiais, muitas das quais vêm sendo desenvolvidas pela Fiat para viabilizar a utilização nos futuros modelos da marca.

Os materiais verdes podem contribuir para mitigar impactos ambientais da produção, uso ou descarte dos produtos. Na prática, isso se traduz na aplicação de
matérias-primas renováveis, como óleos vegetais, combustíveis alternativos, polímeros verdes, biopolímeros e fibras vegetais, além de envolver processos de reciclagem e destinação dos materiais no fim de vida do veículo.

A Fiat Automóveis investe continuamente em pesquisas voltadas para o emprego das fibras vegetais como reforço mecânico nos materiais poliméricos, com benefícios para redução do peso dos componentes e do nível de emissões de gases de efeito estufa do produto. Outro importante foco das pesquisas é o desenvolvimento de processos de reciclagem para produção de componentes de alto desempenho.

Atualmente, dispomos de uma série de materiais verdes empregados em diversas funções do veículo como, por exemplo, óleo de soja na produção de espuma dos bancos e fibras vegetais como reforço em componentes de acabamento. Os materiais reciclados estão presentes nos isolamentos acústicos, feitos a partir de resíduos da indústria da moda, nas proteções do vão de roda e nos reparos aerodinâmicos, produzidos com polipropileno reciclado.

Além disso, nossos veículos são projetados e fabricados de modo a facilitar o desmonte e a reciclagem. Cada peça recebe um código padronizado que ajuda no processo de separação de materiais para a reciclagem. O resultado desse esforço tem impacto direto nos índices de reciclabilidade dos veículos Fiat, que atendem aos limites impostos por legislações europeias.

Os processos também evoluíram para a eliminação dos metais pesados dos materiais. A Fiat aboliu o chumbo, cádmio, cromo VI e mercúrio de materiais metálicos, poliméricos, adesivos, tintas e revestimentos anticorrosivos. Para que nenhum componente esteja em desacordo com esse princípio, todos os materiais fornecidos à Fiat são analisados por meio de um sistema informatizado, que integra todos os polos produtivos da empresa no mundo. Assim, é possível saber a composição de cada componente aplicado aos veículos, seja ele produzido no Brasil ou em qualquer lugar do mundo.