FIAT MOSTRA BRASIL

Em 2006, foi lançado o Fiat Mostra Brasil, um concurso de artes visuais que premiou 30 artistas brasileiros com R$ 360 mil, o maior prêmio já oferecido no país por um projeto envolvendo as artes plásticas. Além da remuneração, os artistas premiados participaram de uma exposição em São Paulo, com todas as despesas pagas pela Fiat.

O prêmio também incluiu a participação em um documentário sobre a produção de arte contemporânea brasileira e a confecção de um catálogo dos vencedores. Ambos foram distribuídos gratuitamente para bibliotecas e centros de cultura de todos os Estados.

A concorrência foi aberta a brasileiros com mais de 18 anos, que já tinham exposto seus trabalhos em alguma mostra individual ou coletiva nos últimos cinco anos.

A seleção abrangeu as categorias desenho, colagem, gravura, pintura, escultura, objeto, fotografia, arte digital, vídeo-arte, web-arte, arte wireless (com ou para celulares), body-arte, performance, plotters, instalação áudio e vídeo, site specifics, instalação e intervenção urbana.

Os especialistas em arte e curadores do concurso, Eduardo de Jesus, Giselle Beiguelman, Járed Domício, Marcos Hill, Maria Ivone dos Santos, Marisa Mokarzel e Stéphane Huchet, escolheram obras que provocaram reflexões e discussões sobre os caminhos da criação artística brasileira.

A discussão sobre os rumos da arte contemporânea brasileira também esteve aberta ao público. Um dos pontos altos do projeto foi seu site interativo, criado para ser um fórum de debates e proporcionar contato com os artistas e suas obras.

Com o lançamento desse projeto, a Fiat propôs um olhar sobre o futuro da arte contemporânea, dando espaço à criação livre, descomprometida com rótulos e tendências e investindo na formação de público. O Fiat Mostra Brasil fez parte das comemorações dos 30 anos da empresa no país e esteve integrado à política da Casa Fiat de Cultura, braço cultural da Fiat no Brasil.

"O projeto reafirmou o compromisso da empresa com uma visão dinâmica da cultura brasileira. Nos seus 30 anos de Brasil, a Fiat apostou no novo, na realidade do amanhã, e foi essa visão de futuro que lhe garantiu e garantirá a liderança que obteve junto ao público do país", diz José Eduardo de Lima Pereira, presidente da Casa Fiat de Cultura.

A Mostra contou com os benefícios da Lei Federal de Incentivo à Cultura e o apoio da TV Cultura, uma das realizadoras do projeto.