file

PRÊMIO DA FCA E DA CNHI COMPLETA 20 ANOS COM TRADIÇÃO DE VALORIZAR A EDUCAÇÃO

[Institucional]

03/11/2016

Iniciativa da Fiat Chrysler Automobiles (FCA) e da CNH Industrial, o Prêmio de Educação completa 20 anos com mais de dois mil estudantes beneficiados com um valor total que ultrapassa R$ 8 milhões. Na edição deste ano, o número de estudantes premiados chegou a 130. São filhos e dependentes de empregados dos grupos FCA e CNHi que obtiveram as melhores notas ao longo do Ensino Médio, Técnico ou Superior. A cerimônia aconteceu no Teatro Bradesco, em Belo Horizonte, nesta terça-feira (1º de novembro).

Cem deles, formandos do Ensino Médio, receberam prêmio de R$ 4 mil cada um, e outros 30 formandos universitários receberam R$ 8 mil. Fabiele Chieregato foi uma das vencedoras na categoria Ensino Superior. De acordo com ela, o Prêmio de Educação realmente transforma a vida dos estudantes. “Ao receber o prêmio pela primeira vez no Ensino Médio, eu pude viver essa experiência e ter a certeza de que os sonhos podem se tornar realidade”, conta Fabiele, filha de Artur Francisco, empregado da FCA.

“Somos frutos de nossos esforços, que foram obtidos com o apoio de nossos pais e familiares que hoje comemoram conosco provando que esta vitória não pertence só a nós mas a eles também”, afirma Ana Luiza Gomes Possidonio, filha de Ricardo Luiz, empregado da CNH Industrial.

Mais do que uma competição, o prêmio convida à reflexão sobre a importância do conhecimento na formação de cidadãos mais críticos e na constituição de um país mais desenvolvido. “O incentivo à educação é uma das ferramentas mais eficazes para o desenvolvimento pessoal e social e para a construção de um mundo melhor. Por isso, há 20 anos promovemos essa iniciativa tão importante para nossos colaboradores e seus familiares”, destaca o presidente da FCA para a América Latina, Stefan Ketter.

O presidente da CNH Industrial para a América Latina, Vilmar Fistarol, acompanha esse projeto de perto desde a sua criação, em 1997. “Investindo em educação, teremos pessoas mais bem preparadas para a vida, o que implica em mais saúde, bem-estar, trabalho, segurança, convívio social, interferindo positivamente na política, no comércio, na cultura, no esporte, no desenvolvimento de suas vidas pessoais, das comunidades em que vivem e porque não dizer do nosso país”, completa.

Para a seleção dos alunos, uma comissão avaliou os históricos escolares e calculou a nota média obtida ao longo dos cursos. Considerado um dos mais bem-sucedidos programas de incentivo ao desenvolvimento acadêmico no Brasil por meio de iniciativa privada, o Prêmio de Educação contempla os filhos de empregados das empresas FCA e CNH Industrial de diversas cidades como Belo Horizonte, Contagem, Betim, Lavras, Nova Lima (MG), Curitiba (PR), Amparo, Hortolândia, Mauá, Piracicaba, Santo André e São Bernardo do Campo (SP).