logo-fiat-620x260

130 ESTUDANTES CONQUISTAM PRÊMIO FIAT DE EDUCAÇÃO

[Institucional]

10/12/2013

O Grupo Fiat encerrou, em dezembro, a 17ª edição do Prêmio Fiat de Educação, iniciativa criada em 1997 com o objetivo de estimular o desempenho escolar dos filhos dos empregados. Em 2013, foram distribuídos 100 prêmios de R$ 4 mil para os alunos que se destacaram com as melhores notas no Ensino Médio e 30 prêmios de R$ 8 mil na categoria Ensino Superior.

Desde sua primeira edição, mais de dois mil estudantes já foram beneficiados. O valor total em prêmios já passa de R$ 6 milhões. Para a seleção dos alunos, uma comissão avaliou os históricos escolares e calculou a nota média obtida ao longo dos cursos. Os prêmios foram entregues pelos diretores das empresas do Grupo, em cerimônia realizada em Belo Horizonte, com a presença dos familiares.

Considerado um dos mais bem sucedidos programas de incentivo à educação no Brasil, realizado pelo setor privado, a edição 2013 do prêmio registrou um aumento de 20% nas adesões e já contou com a plataforma online para a realização das inscrições.

Diego Siuves, 18 anos, foi um dos vencedores na categoria Ensino Médio. De acordo com o estudante, o prêmio é um impulso para avançar ainda mais nos estudos. “É a recompensa pelo esforço, pelas horas de dedicação e de muito estudo”, diz o jovem que já está cursando Publicidade e Propaganda.

Para o diretor de Recursos Humanos da Fiat Chrysler para a América Latina, Mario Borio, estar presente na vida de centenas de famílias através do incentivo à educação é parte da responsabilidade do Grupo Fiat no país. “Essa iniciativa é a expressão do nosso compromisso com a plena realização do potencial de cada um dos estudantes, com a construção de uma sociedade moderna e inovadora em um país mais competitivo e dinâmico”, ressalta o executivo.

Para Kettyla Larrone, de 23 anos, vencedora da categoria Ensino Superior e formada em Nutrição, a presença dos pais no dia a dia escolar foi um importante diferencial para a conquista de boas notas. Com o valor do prêmio, ela pretende investir ainda mais nos estudos. “Pretendo cursar uma pós-graduação. É mais uma fase do meu sonho de exercer a prática da Nutrição, carreira que almejo desde criança”, destaca Kettyla.

Segundo Vilmar Fistarol, presidente da CNH Industrial para a América Latina, a educação é a chave para o desenvolvimento da sociedade. “Investindo em educação temos pessoas mais bem preparadas para a vida, o que implica em mais saúde, bem-estar, trabalho, segurança, convívio social, interferindo positivamente na política, no comércio, na cultura e no esporte. Com essa iniciativa, valorizamos o presente e investimos no futuro, permitindo que todos tenham um amanhã mais propício para o sucesso”, afirma o executivo.

A premiação contou ainda com a presença da brasileira Bel Pesce, empreendedora reconhecida por sua trajetória de sucesso no Vale do Sílicio, nos Estados Unidos. Em sua palestra, Bel Pesce contou como a educação foi um fator transformador em sua vida e aproveitou para dar dicas: “Continuem trilhando esse caminho. O Prêmio é uma recompensa e a certeza de que estão no caminho certo. Continuem se empenhando”.

O Prêmio Fiat de Educação foi criado em 1997 pela Fiat SpA, holding mundial do Grupo Fiat com sede em Turim, Itália, para incentivar a educação. O programa é realizado em sete países, e no Brasil, em todas as cidades onde o Grupo Fiat está presente: Belo Horizonte, Contagem, Betim, Lavras, Nova Lima (MG), Curitiba (PR), Amparo, Hortolândia, Mauá, Piracicaba, Santo André e São Bernardo (SP).