logo-fiat-620x260

FIAT VENCE PRÊMIO MINEIRO DE GESTÃO AMBIENTAL

[Institucional]

22/05/2014

A Fiat Automóveis foi a empresa vencedora do Prêmio Mineiro de Gestão Ambiental (PMGA), ciclo 2013, promovido pela União Brasileira para a Qualidade (UBQ). O prêmio foi entregue ao diretor de Manufatura da Fiat Chrysler para a América Latina, Alfredo Leggero, pela coordenadora do Pnuma no Brasil, Denise Hamú, juntamente com o idealizador do PMGA, Ronaldo Simão, o secretário estadual de Meio Ambiente, Alceu José Torres Marques, e o chefe de Comunicação e Promoção da divisão de Desenvolvimento Sustentável do Departamento de Economia e Assuntos Sociais da ONU, Nikhil Chandavarkar. A cerimônia aconteceu no dia 20 de maio, em Belo Horizonte.

É a quinta vez que a Fiat vence a premiação. “Vencer novamente o PMGA é um indicador de que a companhia está na direção certa. Nos últimos anos, temos avançado bastante na inclusão da sustentabilidade no mapa estratégico da empresa e no desenvolvimento de um sistema de indicadores constantemente monitorados”, destacou Leggero.

Para a Fiat, o desenvolvimento econômico e tecnológico devem estar alinhado a práticas que garantam, cada vez mais, o cuidado com o meio ambiente. Como resultado de uma gestão baseada na prevenção e redução dos impactos ambientais, a Fiat foi a primeira fábrica de automóveis leves e de passeio do país a conquistar a ISO 14001, em 1997. Em 2013, a empresa alcançou outro importante marco: a ISO 50001, de gestão de energia. A Fiat Automóveis foi a primeira montadora do país a obter essa certificação.

“A conquista da ISO 50001 foi resultado de contínuos investimentos para a melhoria do desempenho energético da planta de Betim. A energia economizada em 2012 e 2013 seria suficiente para abastecer 610 mil residências. Com essa redução, nove mil toneladas de CO2 deixaram de ser emitidas”, destacou o diretor.

Para a conquista do Prêmio, a Fiat passou por três etapas de avaliação: elegibilidade, quando são selecionadas as empresas que apresentam conformidades na área ambiental; avaliação dos relatórios de gestão e visitas, quando são examinadas as práticas de gestão e os resultados nos três últimos anos de exercício; e decisão da banca, formada por 20 profissionais de grande relevância nas áreas ambiental, acadêmica e corporativa.

A metodologia é validada pela Organização das Nações Unidas (ONU), pelo Governo de Minas Gerais e pela União Brasileira para a Qualidade (UBQ). “O PMGA é um prêmio de grande relevância e seriedade ao promover uma análise profunda de diferentes setores, o que nos ajuda a reconhecer as melhores práticas, impulsionando ações sustentáveis na indústria mineira”, completou Leggero.