file

PLANTA DE MOTORES DE CAMPO LARGO ALCANÇA NÍVEL PRATA NO WCM

[Institucional]

10/11/2016

A planta de motores da Fiat Chrysler Automobiles (FCA) de Campo Largo, Paraná, acaba de alcançar o nível Prata na avaliação de implantação do sistema de produção  World Class Manufacturing (WCM).  A conquista foi confirmada após criteriosa auditoria realizada no final de outubro. Com o feito, a fábrica de motores de Campo Largo torna-se a segunda unidade da FCA a alcançar este nível na América Latina, depois apenas da planta Powertrain da FCA em Betim, Minas Gerais.

“O aprendizado metodológico, o fortalecimento da liderança e a busca pelo conhecimento também foram fundamentais para esta conquista”, comemora o plant manager de Campo Largo, Agnaldo Costa. Ele destaca que o comprometimento das pessoas foi o ponto chave para o sucesso da auditoria de certificação. “O engajamento guiou a equipe no alcance da categoria Prata”, acrescenta.

Com a conquista deste nível de avaliação, vieram também as responsabilidades e novos desafios: manter o nível Prata e trilhar os caminhos do Ouro até 2018. Para isso, a equipe já está mobilizada e trabalhando para reforçar os aspectos positivos da organização da produção, ao mesmo tempo em que identifica os pontos a serem aprimorados e intensifica o processo de melhoria contínua. A estratégia utilizada no alcance da categoria prata se repetirá através da programação de auditorias semestrais. “Elas são fundamentais para apontar os nossos próximos passos. Com base nisso, buscamos ajuda e referências sempre que necessário”, explica Agnaldo Costa.

Para atingir o nível máximo de avaliação, a planta precisará apresentar resultados de excelência em segurança,  qualidade, confiabilidade e de produtividade.  “Precisamos fortalecer o conhecimento das pessoas, para que possamos ter maior profundidade e detalhe das análises. Tudo isso alinhado com uma maior velocidade de expansão das atividades no chão de fábrica”, destaca o diretor Industrial da FCA para a América Latina, Mauro Pino. “Tudo isso vem através do envolvimento e excelência das pessoas nos processos, com uma liderança forte, que seja capaz de traduzir a metodologia para o time e assim motivá-lo para a melhoria contínua. A essência para gerar o processo de mudança está na capacidade de mobilização das pessoas”, enfatiza. 

O World Class Manufacturing (WCM) é o sistema de produção adotado globalmente pela FCA, inspirado nos melhores e mais avançados conceitos de manufatura e visa a melhorar o modo de manufatura para alcançar os padrões de excelência em segurança, acidente zero por três anos, ser líder no segmento em qualidade e ter produtividade próxima a 100%, tudo isto baseado em um alto nível de autonomia na aplicação do método. Receber a certificação Prata significa que a planta desenvolveu e aplicou o conhecimento metodológico, em conformidade com as melhores práticas mundiais, expandindo esse conhecimento para seu processo produtivo. Para atingir o nível World Class, são necessários a excelência em segurança, acidente zero por três anos e produtividade próxima a 100%, e alto nível de autonomia na aplicação correta do método.

DESDE 2008

Localizada na cidade de Campo Largo, no estado do Paraná, a planta iniciou suas atividades em 2008, com início da produção de motores para as marcas FCA em 2010. Entre os motores produzidos no local, estão o 1.6 e 1.8 da família E-torq e E-torq EVO e 1.8 da família E-torq EVO VIS. Além de serem destinados para as fábricas de Betim e Goiana, os produtos também são exportados para Argentina, Itália e Turquia.

A planta de Campo Largo tem papel fundamental para a consolidação da FCA no mercado nacional, sendo responsável pela produção de motores utilizados nos modelos Strada, Palio, Palio Weekend, Renegade, Toro, Bravo, Idea, Doblò, Grand Siena, Tipo e 500x.