file

FIAT COMEMORA 10 ANOS DO PROGRAMA ÁRVORE DA VIDA COM ESPETÁCULO EMOCIONANTE

[Institucional]

04/03/2015

Reconhecido por órgãos internacionais como as Nações Unidas e com mais de 21 mil beneficiados, o programa social Árvore da Vida, criado pela Fiat Automóveis na região do Jardim Teresópolis, em Betim (MG), comemorou 10 anos com apresentação de espetáculo inédito nesta terça-feira (3), produzido em parceria com o grupo teatral Ponto de Partida. No palco do Teatro Bradesco, em Belo Horizonte, jovens do Árvore da Vida e atores do Ponto de Partida contaram as transformações da comunidade no musical “Do Outro Lado”, reunindo uma plateia com mais de 500 convidados. 

A criação do roteiro e a preparação do elenco somaram mais de quatro meses, em um processo liderado pela diretora do Ponto de Partida, Regina Bertola. A primeira etapa foi a realização de entrevistas para a descoberta de um Jardim Teresópolis que poucos conhecem, com histórias surpreendentes de pessoas que, com simplicidade e união, movimentam-se para construir sonhos e vencer desafios. Da memória dos moradores para o palco, as histórias tiveram como fio condutor 17 canções, interpretadas pelo Ponto de Partida e por 28 alunos do Árvore da Vida que participaram das oficinas de técnica vocal e preparação corporal, além de intensos ensaios.

“Do Outro Lado” conta a história de dois reinos que não conversavam entre si, até a criação de uma “ponte”: o programa Árvore da Vida. “Diariamente, nos olhávamos sem nos comunicar. Até que descobrimos nosso elo. Esse ponto de encontro era justamente o fator que nos faz comemorar, hoje, nossos 10 anos: a vontade de promover o desenvolvimento, o desejo de criar novas oportunidades, o lampejo de sermos ainda melhores, mas, contudo, em parceria”, afirmou o diretor de Comunicação Corporativa e Sustentabilidade da FCA para a América Latina, Marco Antônio Lage, que também participou do espetáculo. 

Cledorvino Belini, presidente da FCA para a América Latina, destacou em seu discurso o compromisso da empresa para com o desenvolvimento sustentável da comunidade. “Sustentabilidade é criar as bases para a construção de uma sociedade cada vez mais justa e harmoniosa, em um planeta equilibrado e, também, harmonioso. O Árvore da Vida está apoiado sobre os valores fundamentais da cidadania e da autonomia”, enfatizou.

Angélica Maria dos Santos, mãe da aluna do Árvore da Vida, Ingrid Isabel dos Santos Silva, que cantou no espetáculo, estava emocionada com a participação da filha. “Foi muito gratificante vê-la no palco. Me fez recordar o quanto o programa contribuiu para o crescimento da juventude do Teresópolis”, contou. Responsável pelo projeto arquitetônico da nova sede do Árvore da Vida, Gustavo Penna também se encantou com o musical. “A mistura de cores com música, dança e história foi deslumbrante. A peça nunca vai sair da mente de quem assistiu e, principalmente, de quem participou”, constatou. 

Gabriel Ferreira de Sá, de 15 anos, foi um dos jovens do Árvore da Vida que subiram ao palco. Há quase quatro anos, ele participa da oficina de canto coral do programa, já esteve na gravação de dois CDs e cantou ao lado do tenor italiano Andrea Bocelli em show em 2011. “Contar a história da nossa própria comunidade despertou uma emoção que nos fez refletir sobre as conquistas do passado e desafios que ainda estão por vir”, disse Gabriel.

Além da pesquisa e preparação dos jovens, o Ponto de Partida inovou com o uso de cintos de segurança no figurino. Os estilistas do grupo buscaram inspiração na experiência com as artesãs da Cooperárvore, cooperativa de moda sustentável e que também faz parte do Árvore da Vida.

Sobre o Árvore da Vida
Desde 2004, o Árvore da Vida atua na região do Jardim Teresópolis, em Betim, na vizinhança da fábrica da Fiat, com projetos voltados para geração de trabalho e renda, fortalecimento da comunidade e ações socioeducativas. Oficinas de canto coral, percussão, cursos de empreendedorismo e de qualificação profissional, formação de educadores, suporte psicossocial a famílias e até uma cooperativa de moda sustentável, que transforma materiais automotivos em produtos como bolsas, fazem parte das atividades do Árvore da Vida.

Em 2012, o Árvore da Vida – Jardim Teresópolis foi eleito uma das 50 melhores práticas brasileiras que contribuem com os Objetivos do Milênio no Prêmio ODM Brasil pela Presidência da República em parceria com o Programa Nacional das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD).

O salto obtido no índice de aprovação escolar de alunos que participam dos projetos do Árvore da Vida é um dos exemplos do sucesso do programa. Se em 2004 o índice era de 71%, em 2013, o percentual de aprovados na escola chegou a 96%. A mesma conquista foi percebida no que se refere à permanência na escola: em 2004, 84% dos alunos do programa frequentavam a escola e em 2013, esse percentual chegou a 99%.

Os adolescentes de 11 a 18 anos que participam ou participaram do programa têm 3,6 vezes mais chance de continuar a estudar e têm 4,8 vezes maior probabilidade de ter curso superior. A renda média doméstica entre as famílias com membros beneficiários do Árvore da Vida teve crescimento real de 105,7%; de R$ 944,87, em junho de 2004, para R$ 1.943,56, em novembro de 2013. No mesmo período, nas famílias que não tiveram membros beneficiários do programa, a renda média cresceu bem menos: 63,5%; de R$ 944,87 para R$ 1.545,27.